MAIS UMA PARA LISTA | Empresa de investimento “OREGON” atrasa pagamentos e clientes começam a reclamar.

354

Parece que a novela dos investimentos não tem fim em Cabo Frio, considerada como “O NOVO EGITO”, Cabo Frio cidade da Região dos Lagos, cada dia que passa as empresas de investimentos param de pagar ou fecham as portas.

A nova do dia e a Oregon Enterprises & Participacoes Financeiras Eireli que está ativa no merco deste 2019, a empresa pertence a um ex-assessor de um vereador de Cabo Frio Pedro Lui.

Varias pessoas relataram ao Portal Rlagos, na noite de domingo sobre o atraso da empresa de investimento de Bitcoin.

Segundo investidores que aplicaram com a Oregon, a empresa estaria ofertando ao público retornos estratosféricos acima de 15%. Porém, não fica claro qual a frequência desse rendimento (diária, semanal ou mensal).

Ainda de acordo com pessoas que reclamaram do atraso relataram para o Jornalismo da Rlagos, que solicitaram o capital investido de volta, mais a empresa não da ser quer uma posição.

De qualquer forma, os retornos seriam supostamente fixos e garantidos, ofertas típicas de pirâmides financeiras. As operações da empresa são focadas em mercados extremamente voláteis, como mini-índice, mini-dólar, mercado futuro, forex e criptomoedas.

Operação contra a OREGON

Em abril de 2021, a empresa Oregon foi alvo de uma operação da Policia Civil, no centro de Cabo Frio, segundo a denúncia na época a empresa era acusada de operar um esquema de pirâmide financeira com Bitcoin na cidade.

Cabo Frio, o Novo Egito

Além das empresas já citadas, há diversas outras em Cabo Frio sendo investigadas pelas autoridades por prática de pirâmide financeira.

Os esquemas começaram a desmoronar depois da deflagração da Operação Kryptos em agosto desde ano. Os alvos era, a GAS Consultoria Bitcoin e seu líder, Glaidson Acácio dos Santos.

Na operação, a Polícia Federal realizou a maior apreensão de criptomoedas do Brasil e prendeu Glaidson.

Depois da ação, várias empresas começaram a atrasar pagamentos, encerraram suas atividades e seus líderes desapareceram.

O Rlagos enviou um e-mail para empresa OREGON para saber por que estão atrasando os pagamentos, mais até o fechamento dessa matéria ninguém da empresa hávia respondido.