Cirurgião plástico executado com tiro na cabeça na Barra da Tijuca atendia em Cabo Frio

Crime aconteceu na manhã desta terça-feira (19) a menos de 500 metros da sede da Delegacia de Homicídios. Testemunhas relataram que três bandidos abordaram a vítima e um deles efetuou o disparo

352

Rio – A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) vai investigar a morte de um homem de 64 anos, na Barra da Tijuca, ocorrida no início da manhã desta terça-feira (19). O crime aconteceu a menos de 500 metros da sede da especializada, na Rua Fernando Mattos, por volta das 6h15.

A vítima é o médico Claudio Marsili, atingida com um tiro fatal na cabeça. Ele chagava para um dia de trabalho em uma clínica no Jardim Oceânico. Ele atendia em uma clínica de estética em Cabo Frio.

De acordo com a Polícia Militar, equipes do 31º BPM (Barra da Tijuca/Recreio dos Bandeirantes) foram acionadas para um ocorrência com vítima de tiros na região da Barra.

No local, já encontraram o homem sem vida.Testemunhas relataram à polícia que a vítima estava em seu carro particular, um Toyota Hilux, e foi abordada por pelo menos três bandidos que estavam em Sandero preto. Assim que saiu do carro, ele foi baleado na cabeça. Os bandidos fugiram levando o carro do médico. O crime aconteceu perto do local de trabalho de Cláudio Marsili. 

Ainda não há informações sobre a motivação do crime. Inicialmente a polícia trabalha com a hipótese de latrocínio, roubo seguido de morte. A DH vai analisar imagens das câmeras de segurança da região para tentar identificar os assassinos. A Defesa Civil foi acionada e o corpo deve ser removido e levado para Instituto Médico Legal (IML).