Polícia afirma que quadrilha especializada em roubar carros de luxo está por trás da morte de médico na Barra da Tijuca

95

O delegado Henrique Damasceno, titular da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), concluiu que a quadrilha especializada no roubo de carro de luxo e clonagem dos veículos com base no Morro do Turano, na Tijuca, está por trás da morte do cirurgião plástico Claudio Marsilhttps://rlagosnoticias.com.br/2021/10/19/cirurgiao-plastico-executado-com-tiro-na-cabeca-na-barra-da-tijuca-atendia-em-cabo-frio/i, na última terça-feira. Thiago Fernandes Virtuoso, conhecido como Tio Comel, foi o responsável por encomendar e articular o roubo da Hilux do médico. Diligências feitas por agentes dessa especializada comprovaram a participação do grupo no crime.

Thiago Fernandes Virtuoso, conhecido como Tio Comel: recompensa de R$ 1 mil
Thiago Fernandes Virtuoso, conhecido como Tio Comel: recompensa de R$ 1 mil Foto: Divulgação

Policiais da Delegacia de Homicídios da Capital refizeram, nesta quarta-feira, o trajeto que a vítima havia feito antes de ser assassinada. Os agentes percorreram pontos entre a casa da vítima e a Rua Fernando Mattos, onde o médico foi morto. Eles também analisam imagens que foram recolhidas de câmeras de segurança da região. Cláudio Marsili foi morto, na manhã de terça-feira, quando chegava ao trabalho em uma clínica na Rua Fernando Mattos.

A Polícia Civil investiga se a quadrilha que pode estar por trás da morte do cirurgião também roubou um carro igual ao dele que pertencia a um casal de aposentados, cerca de 12 horas do assassinato, na Tijuca, Zona Norte da cidade. A suspeita é de que o grupo especializado em veículos de luxo e que tem como base o Morro do Turano, possa ter participado dos dois crimes.

Tio Comel, de 35 anos, é envolvido com o tráfico de drogas no Turano e apontado como um dos maiores ladrões de carros em bairros de classe média alta da cidade, como Tijuca, Jardim Botânico, Gávea, Lagoa e Barra da Tijuca. Thiago também seria o cabeça da principal quadrilha de clonagem de veículos do estado. Ele é procurado pela Justiça e está foragido.