VÍDEO | Travesti é atacado na rua enquanto amigos do agressor filma o momento da violência

Luara Silva, presidente da Associação Triângulo Trans, estava fazendo um trabalho social com garotas de programa quando foi atacada

446

Uma mulher transexual foi agredida, em Uberlândia, interior de Minas Gerais, na última quarta-feira, 20. Luara Silva, presidente da Associação Triângulo Trans, estava fazendo um trabalho social no Bairro de Custódio Pereira quando um carro com cinco pessoas, inclusive uma mulher, se aproximou. Na ocasião, o homem que estava no banco do passageiro desceu do carro e a derrubou no chão.

A agressão aconteceu no viaduto da BR-050 com a Avenida Floriano Peixoto e foi filmado pelo próprio motorista do carro, enquanto os outros passageiros davam risada da cena. O homem ainda não foi identificado. 

Em entrevista à TV Integração, Luara afirmou que está bem fisicamente, mas abalada psicologicamente. Ela relatou que estava fazendo um trabalho social com pessoas que fazem programa nas madrugadas, que realiza há anos, quando o agressor desceu do carro e a questionou “quanto era o programa”, antes de a agredir com uma rasteira.

Segundo Luara, na noite anterior, garotas de programa também foram atacadas com ovos por passageiros de um outro veículo.

A Polícia Civil informou que a denúncia foi encaminhada para prosseguimento pela Delegacia Adjunta ao Juizado Especial Criminal de Uberlândia e que, até o momento, ninguém foi preso.