Rosane Tito desabafa em live contra o governo José Bonifácio em Cabo Frio

226

CABO FRIO – A diretora do Hospital de Tamoios, que ainda se encontra fechado, em Cabo Frio, na Região dos Lagos, localizado no Segundo Distrito cabo-friense, Rosane Tito, fez um desabafo nas suas redes sociais sobre um caso de uma mulher que foi liberada da OnkoSol para viver os seus últimos momentos em casa acompanhada dos familiares.

De acordo com Rosane, a mulher faleceu na sua residência ao lado da família nesse último sábado (20) e não conseguiu o atestado de óbito no Upa de Tamoios, porque não havia morrido ali.

Ainda segundo Rosane, os familiares ligaram para o Corpo de Bombeiros que disseram que não era com eles esse tipo de remoção, o IML também não podia remover o corpo, pois não se tratava de um homicídio.

Tito afirmou que pela lei, a unidade hospitalar teria que emitir o atestado, mas ela ( Rosane Tito) disse que nem a funcionária do serviço social do Upa sabia o que fazer em relação ao fato.

O que chamou muita atenção na live, foi a crítica direta que Rosane fez ao prefeito do município José Bonifácio (PDT), afirmando ficar apreensiva de saber como será a vida dos moradores nos próximos 3 anos do governo de Zé.

“Hoje nós vamos falar sobre desrespeito com o ser humano. A falta de respeito. Aqui em Tamoios ela tem sido… Ela tem crescido de uma forma absurda, absurda. E eu estou aqui hoje pra contar um episódio, que aconteceu… Aliás, têm acontecido vários episódios. Mas, essa de sábado, ela realmente me deixou muito apreensiva. Como será a nossa vida nesses 3 anos do governo José Bonifácio? O prefeito José Bonifácio. Como será? Como será a forma de tratamento do ser humano? Não só em Tamoios, mas em toda Cabo Frio.

Porque pagar salário em dia é obrigação, prefeito. Manter insumos nas unidades, é claro, não acontece hoje, não tem. É obrigação do gestor”, finalizou Rosane.