IMAGENS FORTES | Moradora do Rio tem rosto dilacerado em acidente em Minas Gerais

Mulher foi levada para a Santa Casa de Passos, onde passa por uma cirurgia para reconstrução da face

1206

Rio – Uma moradora do Rio, de 50 anos, teve o rosto dilacerado por causa do desabamento das rochas no Lago de Furnas, em Capitólio, Minas Gerais. A mulher foi levada para a Santa Casa de Passos, onde passa por uma cirurgia para reconstrução da face. A identidade dela não foi divulgada. 

De acordo com o Metrópoles, um rapaz de 26 anos com traumas no rosto foi levado à unidade de referência da região. O homem, que também não foi identificado, precisou passar por uma cirurgia na face e no maxilar.

Neste sábado, o comandante do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, coronel Edgard Estevo, confirmou que seis pessoas morreram e 20 estão desaparecidas após desabamento de rocha no Lago de Furnas. No momento, 40 bombeiros e mergulhadores fazem as buscas no local do acidente.

Das 34 pessoas envolvidas, seis vieram à óbito; três foram socorridas na Santa Casa de Passos, com ferimentos; quatro foram levadas para Santa Casa de São João da Barra, com ferimentos; duas foram encaminhadas para a Santa Casa de Piruí e 23 pessoas foram atendidas e liberadas na Santa Casa de Capitólio. Do total, nove ainda estão internadas nos hospitais próximos ao local do acidente. Não há identificação das vítimas.Na tarde deste sábado, a Marinha do Brasil anunciou que enviou equipes de busca para prestar apoio às vítimas do acidente no Lago de Furnas em Capitólio, Minas Gerais.

Em comunicado, a corporação afirmou que um inquérito será instaurado para apurar as circunstâncias do caso.
“A DelFurnas deslocou, imediatamente, equipes de Busca e Salvamento (SAR) para o local, integrantes da Operação Verão ora em andamento, a fim de prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente, no transporte de feridos para a Santa Casa de Capitólio, e no auxílio aos outros órgãos atuando no local”, disse.