Search
Close this search box.
Família de Grávida internada em Niterói após explosão em Cabo Frio busca transferência para Hospital no Espírito Santo

estado de saúde é estável

Família de Grávida internada em Niterói após explosão em Cabo Frio busca transferência para Hospital no Espírito Santo

A família recebe o apoio do Governador Renato Casagrande, que está prestando toda a assistência necessária aos afetados pela tragédia.

Por Rlagos Noticias

22 de junho de 2024

Compartilhar no WhatsApp
O impacto do incidente foi devastador, afetando todos os ocupantes, inclusive um bebê e outra criança, além de Letícia, a grávida. - Foto: Reprodução

ARARUAMA – Após a trágica explosão de uma lancha em Cabo Frio, que resultou na morte de um menino de 4 anos e deixou várias pessoas feridas, a família de Letícia Sampaio, grávida de três meses e atualmente internada no Hospital Estadual Azevedo Lima em Niterói, está empenhada em transferi-la para um hospital no Espírito Santo. A família recebe o apoio do Governador Renato Casagrande, que está prestando toda a assistência necessária aos afetados pela tragédia.

🔔 O Rlagos Rio agora está no Canal do WhatsApp: Clique aqui para seguir o novo canal do Rlagos Notícias no WhatsApp

Letícia, que estava celebrando seu aniversário um dia após o incidente, tem seu quadro de saúde considerado estável, mas seus familiares, liderados por sua irmã Gabriela, acreditam que uma transferência para o Espírito Santo, seu estado natal, poderá oferecer melhores condições de recuperação e suporte familiar.

A direção do Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL) informa que o estado de saúde da paciente Leticia Sampaio, 26 anos, é estável.

O acidente aconteceu na última segunda-feira, quando a lancha em que estavam 11 pessoas explodiu logo após o abastecimento. O impacto do incidente foi devastador, afetando todos os ocupantes, inclusive um bebê e outra criança, além de Letícia, a grávida. Leandro Zerbone, pai do menino que infelizmente faleceu, relatou que a explosão ocorreu no momento em que a lancha estava sendo ligada, causando pânico e desespero.

Os sobreviventes foram prontamente socorridos e distribuídos entre várias unidades de saúde da região. A situação dos feridos varia, com alguns em estado grave e outros estáveis. O bebê de 1 ano e 5 meses, por exemplo, permanece em estado grave no Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo.

Paralelamente, a Marinha do Brasil está conduzindo um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação para esclarecer as causas e responsabilidades do ocorrido. Militares foram deslocados imediatamente ao local para prestar auxílio às vítimas, e a corporação assegura que não houve poluição hídrica significativa resultante da explosão.

LEIA TAMBÉM:

A comunidade local e os familiares das vítimas esperam que as investigações revelem mais informações e que medidas preventivas possam ser adotadas para evitar futuros acidentes. Enquanto isso, o apoio contínuo do governo do Espírito Santo é um consolo para os afetados, que buscam superar as consequências desta tragédia.

📲 Confira as últimas notícias do Rlagos Notícias
📲 Acompanhe o Rlagos no Facebook Instagram , Twitter
 e Threads

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Noticias

22 de junho de 2024

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!