Search
Close this search box.
Policiais Civis da 127ª DP de Armação dos Búzios salvam Bebê de 17 Dias: “Foi um milagre Valentina estar viva hoje”, dizem os médicos

OS HERÓIS DE BÚZIOS

Policiais Civis da 127ª DP de Armação dos Búzios salvam Bebê de 17 Dias: “Foi um milagre Valentina estar viva hoje”, dizem os médicos

Tudo começou quando Marcela Aparecida Feliciano Costa, mãe de Valentina, percebeu que sua filha estava engasgada durante a troca de fraldas. Desesperada, ela e seu marido Diego tentaram desobstruir as vias aéreas da bebê, sem sucesso.

Por Rlagos Noticias

17 de maio de 2024

Compartilhar no WhatsApp
Tudo começou quando Marcela Aparecida Feliciano Costa, mãe de Valentina, - Foto: Agência Rlagos Notícias

ARMAÇÃO DOS BÚZIOS – No ultimo fim de semana domingo (12), que poderia ter sido marcado por uma tragédia, a pequena Valentina Costa Silva, com apenas 17 dias de vida, foi salva graças à ação heroica e rápida de policiais civis e da equipe médica do Hospital Municipal Rodolfo Perissé. Tudo começou quando Marcela Aparecida Feliciano Costa, mãe de Valentina, percebeu que sua filha estava engasgada durante a troca de fraldas. Desesperada, ela e seu marido Diego tentaram desobstruir as vias aéreas da bebê, sem sucesso.

🔔 O Rlagos Rio agora está no Canal do WhatsApp: Clique aqui para seguir o novo canal do Rlagos Notícias no WhatsApp

“Nossa, foi horrível. Foi realmente só Jesus, né? Mas Deus cuida. No domingo, quando aconteceu, eu estava trocando a fralda dela, aí de repente, ela começou a se engasgar, saindo leite pelo nariz. Tentamos desengasgar, batendo nas costinhas, mas não conseguimos. Falei para o Diego pegar o carro e levarmos ao hospital, mas o trânsito estava parado. Então, decidimos pedir socorro na delegacia”, relatou Marcela, ainda emocionada.

Veja o vídeo:

Percorrendo quase 800 metros com Valentina nos braços, Marcela chegou à 127ª Delegacia de Polícia de Armação dos Búzios. Lá, ela foi atendida pelos policiais civis Marcos Antônio Fagundes e Anderson. Marcos estava de serviço pela prefeitura e relembra o momento crítico com emoção.

“Por volta das 18h10, uma senhora chegou desesperada na porta da delegacia pedindo ajuda. Ela dizia que a bebê dela estava engasgada. Sem pensar, levantei da cadeira rapidamente e fui até ela. A bebê estava nos braços da mãe, que chorava muito. Pedi para ela me entregar a bebê e comecei a fazer a manobra de desengasgo. Chamei o Anderson para pegar a chave da viatura e nos deslocamos ao hospital o mais rápido possível”, contou Marcos.
Polícias Civis de Armação dos Búzios, Anderson e Marcos que salvaram Valentina – Foto: Agência Rlagos Notícias

Durante o trajeto, Marcos percebeu que Valentina começava a responder. “Vi que ela começou a respirar e dar uns espasmos na minha mão. Quando chegamos ao hospital, saí correndo com a bebê nos braços, gritando que era policial civil e que a bebê estava engasgada. Entrei direto no setor de traumas, onde os profissionais de saúde começaram o atendimento.”

A enfermeira Sheila Mattos, que estava de plantão no hospital, descreveu o momento da chegada: “Foi por volta das 20 horas. Eu estava na recepção e vi o carro da polícia civil chegando. Um policial saiu correndo com a criança nos braços, já realizando a manobra de Heimlich, e pedindo socorro. Encaminhei-o imediatamente ao trauma, onde a doutora Mércia e a fisioterapeuta Gabriela começaram os procedimentos. Graças a Deus, a criança voltou a respirar.”

Enfermeira Sheila Mattos que ajudou nas manobras para salvar a vida de Valentina em Armação dos Búzios – Foto: Agência Rlagos Notícias

A equipe médica, com rapidez e precisão, realizou a aspiração das vias aéreas de Valentina, forneceu oxigênio e monitorou seus sinais vitais. Após estabilizar a bebê, ela foi encaminhada para a pediatria e, em seguida, para a Neonatologia, onde permaneceu em observação até ter alta na manhã de quinta-feira.

“Foi um milagre, um milagre de Deus. Quando vimos o policial com a criança cianótica, achamos que não conseguiríamos. Mas Deus usou o policial no momento certo. A mãe nos contou que estava amamentando quando a bebê aspirou o leite. Com o trânsito parado, eles decidiram pedir ajuda na delegacia. Foi uma decisão sábia e crucial”, completou Sheila.

O secretário de saúde de Armação dos Búzios, Leônidas Heringer, e a diretora do hospital, Dra. Monique, destacaram a importância do preparo e da prontidão da equipe hospitalar.

“A ação rápida dos policiais e a competência da nossa equipe médica foram fundamentais para salvar a vida da pequena Valentina. Isso mostra o quanto a saúde de Búzios está preparada para atender e salvar vidas”, afirmou Leônidas.

Marcela, aliviada e emocionada, compartilhou sua gratidão. “Se não fosse pela rapidez dos policiais e pela competência da equipe médica, minha filha não estaria aqui hoje. Valentina recebeu alta e está bem, graças a esses verdadeiros anjos. Eu e meu esposo não conseguiríamos chegar ao hospital a tempo por causa do trânsito. Foi um milagre.”

Marcela ao lado do seu esposo, seu filho e a pequena Valentina que foi salva pela policia em Búzios – Foto: Agência Rlagos Notícias

Este episódio emocionante não só destaca a fragilidade da vida, mas também a força e a coragem daqueles que, diante do desespero, estão dispostos a fazer de tudo para salvar uma vida. A união de esforços entre a comunidade e os profissionais de saúde resultou em um final feliz e renovou a esperança de todos os envolvidos. Valentina, agora em casa e saudável, é um símbolo de resiliência e do poder da solidariedade e do profissionalismo.

📲 Confira as últimas notícias do Rlagos Notícias
📲 Acompanhe o Rlagos no Facebook Instagram , Twitter
 e Threads

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Noticias

17 de maio de 2024

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!