Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
VÍDEO: Prefeito de Barra do Piraí, Mário Esteves diz que a cidade tem muita criança e que é preciso ‘começar a castrar’ as mulheres

VÍDEO: Prefeito de Barra do Piraí, Mário Esteves diz que a cidade tem muita criança e que é preciso ‘começar a castrar’ as mulheres

Por Rlagos Notícias

16 de setembro de 2023

Compartilhar no WhatsApp
Prefeito de Barra do Piraí diz que é preciso castrar as mulheres da cidade

Rio de Janeiro – Mário Esteves, prefeito de Barra do Piraí (RJ), está no centro de uma polêmica após sugerir que as mulheres do município deveriam ser castradas para controlar o número de crianças na cidade. O comentário foi feito durante a inauguração de uma estrada na última quinta-feira (14/9).

🔔 O Rlagos Rio agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e para receber as notícias do Grande Rio direto no seu celular!

Falando sobre a abertura de novas creches no município, Esteves afirmou que Barra do Piraí tem “criança demais” e foi além, sugerindo a castração das meninas como uma forma de controle populacional.

“O que não falta em Barra do Piraí é criança. Tem que começar a castrar essas meninas. Controlar essa população, é muito filho, cara. É no máximo dois”, declarou o prefeito.

A fala do prefeito gerou imediata reação negativa, com diversas vozes pedindo por sua responsabilização sobre o comentário considerado como de cunho machista e antiético. Até o momento, Mário Esteves não se retratou publicamente sobre o assunto.

“O que não falta em Barra do Piraí é criança. Cadê o Dione [secretário de Saúde]? Tem que começar a castrar essas meninas. Controlar essa população. É muito filho, cara”, diz Mário Esteves

O prefeito fala ainda que deveria haver uma lei que limitasse a dois a quantidade de filhos por mulher na cidade.

“É no máximo dois. Tem que fazer uma lei lá na Câmara. Haja creche para ser construída ao longo dos próximos anos. Tem que ter um projeto federal, estadual e municipal, porque precisa sim desse controle. É muita responsabilidade colocar filho no mundo”, discursou ele.

Mario Esteves, prefeito de Barra do Piraí — Foto: Divulgação
Mario Esteves, prefeito de Barra do Piraí — Foto: Divulgação

Em nota, Mário Esteves disse que foi “um momento de descontração na inauguração de uma importante via de escoamento de produção e de desenvolvimento na cidade” e que “qualquer ilação com esse assunto mostra desconhecimento político”.

Também por meio de nota, a Câmara Municipal de Barra do Piraí afirmou que a intenção do prefeito não foi dizer que as mulheres deveriam ser castradas e que “as palavras podem ser mal interpretadas e é importante considerar o contexto completo das declarações”.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Barra do Piraí pontuou que “a fala é típica de ato de misoginia e, mais uma vez, demonstra o total desrespeito do prefeito com as mulheres”.

Notas na íntegra

  • Prefeito Mário Esteves

“O prefeito de Barra do Piraí, Mario Esteves, entende que a laqueadura seja um dos procedimentos para o incremento do planejamento familiar, assim como a vasectomia. Jamais teve a intenção de promover qualquer tipo de prática danosa ou preconceituosa às mulheres. Prova disso, são os investimentos que a prefeitura tem aplicado no Hospital Maria de Nazaré – a Pérola do Vale – e nos programas Saúde da Mulher e Saúde do Homem, onde o planejamento familiar é discutido. Foi um momento de descontração na inauguração de uma importante via de escoamento de produção e de desenvolvimento na cidade, tema central do evento e que é o principal destaque. Qualquer ilação com esse assunto mostra desconhecimento político, uma vez que castrar é esterilizar. A utilização da linguagem vai muito mais para quem quer difundir a confusão na mente do outro, quando deveria explicar”.

  • Câmara de Barra do Piraí, por meio de seu presidente, vereador Rafael Couto (PL)

“A Câmara Municipal de Barra do Piraí deseja esclarecer que o prefeito recentemente fez uma declaração que gerou controvérsia, mas entendemos que sua intenção não foi a de sugerir que as mulheres deveriam ser castradas. Reconhecemos que as palavras podem ser mal interpretadas e é importante considerar o contexto completo das declarações. No entanto, é fundamental que os líderes públicos escolham suas palavras com cuidado, especialmente em questões sensíveis.

A Câmara Municipal de Barra do Piraí reitera seu compromisso com a promoção da igualdade, do respeito e da não discriminação, seja ela qual for, em nossa comunidade. Encorajamos o prefeito e todos os líderes a trabalharem juntos para esclarecer suas intenções e promover um diálogo construtivo, com o cuidado necessário para que nenhuma pessoa se sinta desrespeitada”.

  • OAB de Barra do Piraí, por meio de seu presidente, Christopher Almada

“Em pleno ano de 2023, após diversas lutas das mulheres na busca de igualdade, espaço e respeito, fomos surpreendidos com a fala do Prefeito de Barra do Pirai, que de forma desrespeitosa e afrontosa, e ainda com ar de deboche, sugeriu que as mulheres barrenses fossem ‘castradas’ que uma lei fosse apresentada na Câmara Municipal limitando o número de filhos por mulheres. A fala é típica de ato de misoginia, e mais uma vez demonstra o total desrespeito do Prefeito com as mulheres. É inaceitável que o representante eleito de um povo, formado exatamente na maioria por mulheres, ainda tenha um pensamento tão retrógrado e machista, típico da era das cavernas. Infelizmente, esse não é o primeiro ato de preconceito do Chefe do Executivo, que deve ser objeto de REPÚDIO, bem como combatido todos os dias, para que a nossa geração e as próximas entendam, finalmente, que TODAS e TODOS somos iguais”.

  • Vereadora Kátia Miki (Cidadania)

“Nesse vídeo, divulgado ao vivo pela rede social da prefeitura municipal de Barra do Piraí na quinta-feira dia 14/09, o prefeito municipal, aos aplausos de alguns e risadas de outros, sugere que as mulheres da cidade devam ser “CASTRADAS”.

Tamanho é o desrespeito e a falta de empatia às mulheres, que o prefeito se refere a nós como se fôssemos “bichos” sujeitas ao controle da prole, ignorando o fato de que as mulheres não geram os filhos sozinhas.

Em uma só fala, quebra o decoro a que o cargo de chefe máximo do executivo municipal deve se submeter; demonstra toda a sua misoginia e machismo; reforça seu preconceito sobretudo com as mulheres mais pobres – que são aquelas para as quais efetivamente direciona a fala, aquelas às quais seus filhos darão despesas futuras para o governo com a construção de creches.

Na mesma fala viola os direitos reprodutivos das mulheres e a sua liberdade, insinuando a ilegal criação de políticas de controle de natalidade, mostrando seu total desconhecimento da lei do planejamento familiar e da Constituição Federal.

Essa fala não agride apenas as mulheres, mas viola as famílias. É um insulto às mulheres diretamente, mas também, uma ofensa aos companheiros dessas mulheres, aos pais, aos avós, aos irmãos dessas mulheres. Todos aviltados de uma só vez.

Expresso meu total repúdio a essa fala e ao comportamento daqueles que ouviram e não interpelaram tão vil manifestação. Como mulher e vereadora, farei todas as representações e mobilizações para que essa conduta do prefeito não saia impune”.

📲 Confira as últimas notícias do Rlagos Notícias
📲 Acompanhe o Rlagos no Facebook , Instagram , Twitter
e Threads

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Notícias

16 de setembro de 2023

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!