Search
Close this search box.
Prefeita de Cabo Frio, Magdala Furtado, determina interdição do Quiosque Amarelinho após agressões a turistas de Juiz de Fora

Quiosque interditado

Prefeita de Cabo Frio, Magdala Furtado, determina interdição do Quiosque Amarelinho após agressões a turistas de Juiz de Fora

Prefeitura de Cabo Frio ,está investigando o caso junto a Polícia Civil da 126ª DP para apurar todas as agressões feitas aos turistas.

Por Rlagos Noticias

3 de março de 2024

Compartilhar no WhatsApp

CABO FRIO – A prefeita de Cabo Frio, Magdala Furtado, tomou uma decisão drástica neste sábado (02), interditando o quiosque Amarelinho, localizado na Praia das Conchas, na região dos Lagos. A medida, apoiada pela Secretaria de Ordem Pública e Postura da cidade, veio como resposta a um incidente violento envolvendo turistas da cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais.

O episódio que desencadeou a interdição ocorreu quando um turista se recusou a pagar a taxa de serviço de 10%, prática comum em estabelecimentos do tipo. Segundo relatos, a negativa resultou em uma agressão brutal por parte dos funcionários do quiosque, levantando preocupações sobre a segurança dos visitantes na área.

Quiosque foi interditado até a segunda ordem pela prefeitura – Foto: Divulgação

Este não é o primeiro incidente violento na Praia das Conchas, evidenciando um padrão preocupante. Apenas na semana anterior, um turista de Queimados, também visitante da região, foi morto a pauladas, aumentando o alerta sobre a violência no local.

Diante desses eventos, a Prefeitura de Cabo Frio, em conjunto com a Polícia Civil, iniciou uma investigação para apurar os fatos. A proprietária do quiosque Amarelinho enfrenta a possibilidade de perder sua licença para operar, dependendo dos resultados da investigação.

A vítima das recentes agressões manifestou a intenção de processar a proprietária do quiosque e o agressor, buscando justiça por meio do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ). O caso tem gerado ampla discussão sobre a segurança dos turistas e a necessidade de medidas mais rigorosas para garantir a ordem pública em áreas turísticas.

A interdição do quiosque Amarelinho permanecerá em vigor até segunda ordem, enquanto as autoridades trabalham para esclarecer as circunstâncias dos incidentes e assegurar a segurança de todos os visitantes na região. A comunidade local e os turistas aguardam ansiosamente por resoluções que possam restaurar a paz e a segurança na bela Praia das Conchas, um dos destinos mais procurados na Região dos Lagos.

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Noticias

3 de março de 2024

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!