Search
Close this search box.
Prefeita de Cabo Frio, Magdala Furtado, exonera secretária de administração Marcilene Barreto, envolvida em esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro em Campos dos Goytacazes

exonerada do governo da magdala

Prefeita de Cabo Frio, Magdala Furtado, exonera secretária de administração Marcilene Barreto, envolvida em esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro em Campos dos Goytacazes

Sob suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro, a renúncia de Marcilene Barreto da Secretaria de Administração coloca em xeque a gestão da Prefeita Magdala Furtado em um período de desafios significativos.

Por Rlagos Noticias

23 de fevereiro de 2024

Compartilhar no WhatsApp
Marcilene Barreto Nunes, Secretária de Administração de Cabo Frio, Envolvida em Esquemas de Corrupção em Campos dos Goytacazes

CABO FRIO – A cidade de Cabo Frio atravessa um momento turbulento em sua política municipal com a recente exoneração de Marcilene Barreto Nunes, até então Secretária de Administração da Prefeitura. A saída de Barreto do governo da Prefeita Magdala Furtado surge em um contexto de especulações e acusações graves de corrupção e lavagem de dinheiro, que remetem às suas atividades anteriores em Campos dos Goytacazes. Apesar das alegações de que sua exoneração foi motivada por razões pessoais, incluindo questões de saúde, as sombras das acusações que pesam sobre ela e seu entorno político não deixam de lançar dúvidas sobre a integridade da gestão atual de Cabo Frio.

Marcilene Barreto, que não é natural de Cabo Frio, havia sido nomeada para o cargo em julho de 2023, com a tarefa de suceder o ex-prefeito José Bonifácio e integrar a nova equipe de secretários da administração Furtado. Reconhecida por sua carisma e profissionalismo, conseguiu conquistar o respeito e consideração dos servidores municipais e da comunidade com quem interagiu diretamente na sede do Poder Executivo. Sua renúncia, atribuída oficialmente a motivos de saúde, foi recebida com pedidos de reconsideração por parte da Prefeita Magdala Furtado, evidenciando o valor que Barreto agregava à equipe.

Contudo, a situação ganha contornos mais complexos à luz das investigações conduzidas pelo Ministério Público Federal (MPF) e pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ). Estas investigações apontam para um histórico de irregularidades significativas em Campos dos Goytacazes, envolvendo superfaturamento de contratos, empregados contratados sem clareza de funções, e um esquema de corrupção que implicaria um prejuízo milionário aos cofres públicos. A denúncia estende-se ao prefeito de Campos, Alexandre Marcos Mocaiber Cardoso, e a vários membros de seu governo, incluindo Barreto, com estimativas de que cerca de R$ 116 milhões deveriam ser devolvidos por eles ao erário.

Veja também matérias onde mostra o envolvimento de Marcilene com os esquemas

A nomeação e subsequente exoneração de Marcilene Barreto Nunes como secretária de administração em Cabo Frio levantam questões críticas sobre o julgamento e a diligência da Prefeita Magdala Furtado na escolha de seus colaboradores. Esses eventos colocam a administração municipal sob escrutínio, não apenas pela capacidade de seus liderados em gerir de forma ética e transparente, mas também pelo impacto que tais controvérsias podem ter na confiança pública e na eficácia da gestão municipal.

À medida que Cabo Frio navega por essas águas turbulentas, o foco se volta para a resposta da administração Furtado às crescentes demandas por transparência e integridade. O futuro político da cidade permanece incerto, com a população e observadores aguardando por desenvolvimentos que possam restaurar a confiança na liderança municipal e garantir uma gestão pública livre de corrupção e comprometida com o bem-estar da comunidade.

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Noticias

23 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!