Search
Close this search box.
Vereador é preso por matar a tiros jovem que vendia drogas no Rio

Vereador é preso por matar a tiros jovem que vendia drogas no Rio

Por Rlagos Notícias

15 de março de 2023

Compartilhar no WhatsApp

Um vereador de Mangaratiba, na Costa Verde Fluminense, foi preso por homicídio e tentativa de homicídio, na manhã desta quarta-feira. De acordo com as investigações da Polícia Civil do Rio, Nielson Kopke de Jesus, conhecido como Juninho de Jacareí (DEM), atirou pelo menos dez vezes contra um jovem que vendia drogas em uma praça da cidade, na noite de 15 de fevereiro. Outro rapaz também chegou a ser atingido pelos disparos, mas sobreviveu.

Segundo o delegado Daniel Rosa, titular da 165ª DP (Mangaratiba), as vítimas passaram a discutir com o parlamentar por, além de consumirem drogas, tentarem implantar o tráfico no local. A região é onde se localiza o curral eleitoral do político, eleito com 969 votos no pleito de 2020.

O inquérito aponta que, após ameaças recíprocas, Juninho de Jacareí passou de carro, um Honda Civic branco, volta de 23h50 daquele dia, na Praça Amendoeira, em Conceição de Jacareí. Poucos minutos depois, ele atirou contra Marcos Vinícius Antônio Mendonça, de 19 anos, que morreu na hora, e Leandro Honório Longuinho, de 25, que foi socorrido com vida. O primeiro tinha anotações como adolescente infrator por fatos análogos ao tráfico de drogas, associação para o tráfico, desobediência, resistência e roubo. Imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos comerciais flagraram a movimentação após o crime.

O vereador publicou esta foto em suas redes sociais para agradecer aos votos recebidos e afirmou, em 16 de novembro de 2020, que faria o ‘melhor pelos próximos quatro anos’ em seu gabinete — Foto: Reprodução/Redes sociais

— É importante ressaltar que, em caso de suspeitas de crimes, os cidadãos devem procurar uma delegacia para que tenha início uma investigação policial. Qualquer tentativa de se fazer justiça com as próprias mãos é proibida pelo ordenamento jurídico brasileiro e será punida — explicou o delegado.

O inquérito agora deverá apurar os demais envolvidos no crime. Na delegacia, Juninho de Jacareí não negou as acusações, mas se disse vítima de “perseguição política”. O vereador será encaminhado ao sistema prisional do estado.

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Notícias

15 de março de 2023

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!