‘Maconha’ do gato, Catnip ajuda a aliviar estresse e é usada até por bichinhos no cinema

323

Uma erva conhecida como catnip tem o efeito de deixar gatinhos e gatinhas “brisados” quando liberada no ambiente.

Eles giram, pulam e brincam sozinhos sob o barato da erva gateira. Podem ficar “alucinados” ou “molengas”, dependendo de como ela age em seus sistemas.

Os efeitos do catnip são engraçados, mas a ação é séria. Além da brincadeira, ela pode ser usada para aliviar estresse e depressão nos bichinhos, estimular o uso de brinquedos, facilitar o transporte e ajudar na socialização. “Toda essa energia estimulada vai ser utilizada para a brincadeira e isso vai estimular a cognição, a atividade física e aliviar a tensão. É benéfico tanto para saúde mental quanto para a física do gatinho”, explica a membra do Núcleo de Estudos em Felinos Domésticos da Universidade Federal de Lavras, Jackeline Moreira. Ela é uma plantinha com flores brancas e roxas, tem o nome Nepeta cataria e é da família da menta e da lavanda.

Para o uso com os bichinhos, é vendida líquida ou desidratada. Ela pode ser espirrada ou colocada em arranhadores, brinquedos ou superfícies em que eles costumam ficar. “Colocar em arranhadores faz com que o gato aprenda que ali é um local bom para arranhar, então ajuda a ensinar o gato onde ele deve arranhar”, explica.

Segundo a veterinária, o ideal é oferecer o catnip para os gatinhos uma vez na semana. Se for utilizada com muita frequência, eles podem perder a sensibilidade à planta. Como ela funciona
O segredo dos gatos está em seu “segundo sistema olfativo“, que capta ferormônios. “A erva dos gatos possui uma substância chamada Nepetalactona. Ela penetra no tecido nasal e estimula neurônios sensitivos, que ativam regiões do cérebro relacionadas a emoção, sentidos e comportamentos, inclusive o sexual”, explica Moreira.

A erva não tem efeito de deixar os bichos dopados, explica a veterinária. A substância é um óleo volátil e, por isso, se dissipa rapidamente no ambiente. Ela tem ação leve sobre os gatos, com efeitos que duram 20 minutos. “Eles ficam alegres e relaxados, mas não dopados”, afirma a veterinária.

Tem contraindicação?
Segundo pesquisas sobre o uso da erva, ela não causa dependência e nem malefícios aos gatinhos. Mas alguns podem ficar agressivos. Nesses casos, é preciso oferecer o catnip com cautela e sempre observar o comportamento deles. É importante ter a orientação de um veterinário antes de começar a usar. Por estimular os gatinhos, a erva é usada por felinos-estrelas em sets de filmes. A treinadora de animais canadense Melissa Millett revelou recentemente, em entrevista ao jornal inglês The Guardian, que planta foi peça chave com os gatos assustadores do filme “Cemitério Maldito”, em 2019.

O gato zumbi do filme foi interpretado por cinco bichos ao longo de dois meses e a preparação deles começou com banhos de catnip em uma banheira.

Funciona com outros animais?
Essa reação é uma exclusividade dos felinos domésticos e de alguns selvagens, como leão, puma, tigre e leopardo. “Isso muito provavelmente se deve à fisiologia desses animais”, explica Moreira. Mas a erva não é prejudicial para outros animais.

E com humanos?
A planta pode ser usada para fazer chás e traz benefícios como alívio da tosse, melhoras de problemas digestivos e auxílio na digestão, alívio de cólica, dores de cabeça e febre.