Search
Close this search box.
Marido descobre que a esposa é homem duas semanas após o casamento

Vai vendo

Marido descobre que a esposa é homem duas semanas após o casamento

Após ser preso, ESH, adepto do crossdressing, confessou que queria roubar os bens da família de indonésio de 26 anos

Por Rlagos Noticias

31 de maio de 2024

Compartilhar no WhatsApp

Um indonésio de 26 anos, que conheceu a mulher que viria a ser a sua esposa numa rede social, descobriu, duas semanas após o casamento, que havia sido enganado e que ela era na verdade um homem que curte crossdressing (vestir-se com roupas do sexo oposto para algum tipo de satisfação).

O homem, identificado como AK, namorou Adinda Kanza, também de 26, por um ano, depois de os dois se conhecerem pelo Instagram e se darem bem.

Mas depois de se casar, em 12 de abril, AK começou a suspeitar da esposa, pois ela evitava intimidade, dizendo-lhe que estava menstruada ou que não se sentia bem, de acordo com o “South China Morning Post”.

Quando se conheceram pessoalmente durante o namoro, Adinda usava um niqab muçulmano, véu que cobre parte do rosto, o que AK interpretou como um sinal positivo de sua devoção ao Islã. A Indonésia é o país que tem a maior população de muçulmanos no mundo (cerca de 13% do total no planeta).

Mas, depois de se casarem numa pequena cerimônia na casa de AK em Naringgul, uma região na ilha de Java (Indonésia), AK disse que ela se recusava a falar com os amigos e parentes do marido. Ela também continuou a usar o niqab em casa e disse-lhe que já não tinha família.

Sentindo-se desconfiado, AK decidiu rastrear seu antigo endereço e ficou surpreso ao encontrar os pais da esposa vivos. Os pais de Adinda revelaram que a esposa de AK era na verdade um homem, identificado como ESH, que começou a fazer crossdressing em 2020. Disseram também que não sabiam que o filho estava namorando ou se era casado.

“Se você olhar as fotos do casamento, Adinda se parece exatamente com uma mulher”, disse um policial.

ESH foi preso, e o casamento foi anulado. O detido disse à polícia que queria se casar com AK para roubar os bens da sua família. Indiciado por fraude, ele pode ser condenado a até quatro anos de prisão.

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Noticias

31 de maio de 2024

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!