Search
Close this search box.
Irmãs são presas por tentativa de feminicídio contra a própria mãe na Baixada

matadoras de mãe

Irmãs são presas por tentativa de feminicídio contra a própria mãe na Baixada

Vítima procurou a delegacia e disse ter sido espancada e sufocada pelas filhas de 20 e 21 anos

Por Rlagos Noticias

26 de fevereiro de 2024

Compartilhar no WhatsApp
Irmãs vão responder por tentativa de feminicídio Divulgação

Rio – As irmãs Jéssica de Azevedo Celestino e Vitória de Azevedo Celestino foram presas, nesta segunda-feira (26), por tentativa de feminicídio contra a própria mãe no bairro Rosa dos Ventos, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo a polícia, a vítima procurou a delegacia e disse ter sido espancada e sufocada pelas filhas de 20 e 21 anos.

A Civil informou que a mulher foi até a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Iguaçu no último sábado (24) e relatou que as duas filhas foram à sua casa e Jéssica começou a espancá-la. A jovem colocou um pano em sua boca a e com a mão, tampou o nariz da mãe, que se debatia sem ar. A vítima disse, ainda, que não conseguia sair porque o joelho da filha estava em seu tórax. Já Vitória ria e observava a sessão de socos. A vítima foi resgatada pelo seu companheiro que ouviu os gritos e foi checar o que estava acontecendo.

Quando chegou na distrital, a mãe das meninas precisou de atendimento médico e foi encaminhada para uma unidade hospitalar. Medicada, retornou à delegacia e prestou depoimento. Após o episódio, as duas enviaram áudios ameaçando a mãe. Com medo, a vítima não retornou para casa e ficou com parentes até a prisão das duas.

Segundo a delegada titular da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Iguaçu, Mônica Areal, as agressões aconteciam desde 2022, quando foi registrada a primeira queixa contra as duas. “As filhas da vítima queriam que ela tomasse conta dos filhos, queriam ficar na casa dela, o que elas queriam era transformar a vítima em uma serviçal delas, sem pagar salário. Vale lembrar que já havia um registro contra as duas em 2022, mas a mãe não deu continuidade. É importante denunciar porque as coisas vão piorando, a violência vai aumentando e acaba em uma tentativa de feminicídio”, ressaltou a delegada.

Agentes da especializada foram à residência da família e prenderam as duas. Após formalidades legais, elas serão encaminhadas ao sistema prisional. A dupla vai responder por tentativa de feminicídio. 

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Noticias

26 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!