Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
Policia Civil prende, secretário de Sumidouro e esposa suspeitos de peculato e falsificação de documentos, na Região Serrana 

Policia Civil prende, secretário de Sumidouro e esposa suspeitos de peculato e falsificação de documentos, na Região Serrana 

Por Rlagos Notícias

23 de agosto de 2022

Compartilhar no WhatsApp

O secretário de Desenvolvimento Social de Sumidouro, na Região Serrana do Rio, e a companheira dele, Amanda Veiga da Cunha, fiscal de contratos da pasta, foram presos em flagrante na manhã desta segunda-feira (22), durante a operação Exaustor, deflagrada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e pela Polícia Civil. Antonio Junior de Andrade Borges, conhecido como “Júnior Coxinha” teve mandados de busca e apreensão cumpridos em endereços ligados a ele, alvo de denúncias de crime de peculato e falsificação de documentos.

Durante a operação, na casa de Coxinha e a esposa Amanda Veiga da Cunha foram encontrados diversos itens supostamente comprados com dinheiro que deveria ser investido na Assistência Social. Entre eles, panelas, micro-ondas, aspirador de pó, liquidificador e outros.

De acordo com o MPRJ, no momento da chegada dos agentes, o secretário municipal jogou um celular pela janela na tentativa de evitar que provas de irregularidades fossem encontradas, mas o aparelho foi apreendido da mesma forma.

A investigação teve início após denúncias revelarem casos de falsificação de assinatura em notas fiscais de recebimento de mercadorias e esquema de pagamento de diárias recebidas por servidores em viagens que não foram realizadas.

As denúncias também davam conta de que os valores eram repassados ao secretário e a outro servidor para pagamento de outras despesas da Secretaria. Ainda na casa de Coxinha e da fiscal de contratos da Secretaria, foram encontradas notas fiscais que estariam escondidas, referentes a parte dos itens encontrados na casa. Todas teriam sido pagas pela Secretaria de Desenvolvimento Social.

Júnior Coxinha assumiu a pasta de Desenvolvimento Social em janeiro de 2021.

Os presos foram encaminhados para a 111ª Delegacia de Polícia para prestar depoimento e devem ser levados para o sistema prisional em seguida. Os crimes de peculato e falsidade ideológica estão sendo investigados.

Equipamentos apreendidos na casa do secretário de Desenvolvimento Social de Sumidouro, no RJ — Foto: Divulgação/MPRJ
Equipamentos apreendidos na casa do secretário de Desenvolvimento Social de Sumidouro, no RJ — Foto: Divulgação/MPRJ

Ainda na casa do secretário e da fiscal de contratos da Secretaria, foram encontradas notas fiscais que, segundo o MP, estariam escondidas. As notas seriam referentes a parte dos itens encontrados na casa e todas teriam sido pagas pela Secretaria de Desenvolvimento Social.

Os presos foram encaminhados para a 111ª Delegacia de Polícia para prestar depoimento e devem ser levados para o sistema prisional em seguida. Os crimes de peculato e falsidade ideológica estão sendo investigados.

No total, seis agentes do MPRJ e quatro policiais civis cumpriram os mandados de busca e apreensão nos dois endereços, ambos na cidade de Sumidouro.

Coxinha foi o quarto vereador mais votado em Sumidouro em 2020, com 587 votos, e ficou como primeiro suplente. Ele assumiu a pasta de Desenvolvimento Social ainda em janeiro de 2021.

A Prefeitura de Sumidouro informou que não teve acesso ao processo, mas vai exonerar os dois envolvidos preventivamente.

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Notícias

23 de agosto de 2022

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!