Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
VÍDEO! Estrada que liga Trajano de Morais a Nova Friburgo parte ao meio com a forte chuva que atinge a Região

VÍDEO! Estrada que liga Trajano de Morais a Nova Friburgo parte ao meio com a forte chuva que atinge a Região

Por Rlagos Notícias

9 de janeiro de 2022

Compartilhar no WhatsApp

Rio – O Rio de Janeiro retornou ao estágio de normalidade às 7h deste domingo (9), devido à ausência de previsão de chuva forte para as próximas horas. O município estava desde às 17h45 da última quarta-feira (5) em estágio de mobilização por conta da chuva constante. Entre as 17h30 deste sábado (8) até às 5h31 de hoje, a Defesa Civil municipal registrou 22 ocorrências.

Ontem, a chuva intensa provocou um deslizamento de terra que atingiu duas casas no Morro do Mineiro, no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio. A Defesa Civil foi acionada para o local e outras cinco casas vizinhas aos imóveis foram interditadas. Não houve feridos. O Complexo, que conta com as sirenes do sistema de alerta, foi a comunidade com maior quantidade de chuva acumulada em três dias na cidade, com 145 milímetros em 96 horas. Foi também a que teve o maior volume em 24 horas, com 91,6 milímetros.

Outras comunidades que registraram um grande volume de chuva foram Sumaré, no Rio Comprido, com 122,6 milímetros em 96 horas, e Morro da Cotia, no Lins de Vasconcelos, com 110,8 milímetros em 96 horas. No fim da tarde de sábado, uma árvore caiu em cima de um quiosque e destruiu completamente o estabelecimento na Praça São Charbel, na Tijuca, Zona Norte. Um funcionário que estava no local não se feriu.Também na tarde de ontem, na Grajaú Jacarepaguá, outra queda de árvore bloqueou parcialmente a via, provocando trânsito intenso.

A Defesa Civil registrou 130 chamados da população entre a tarde de quinta-feira (6) e o início da noite de sábado. A maioria de vistorias em imóveis com rachaduras e infiltrações. Ao todo, 22 acionamentos foram classificados como emergenciais, resultando na interdição de 16 imóveis na cidade, sendo cinco no Complexo do Alemão; dois em Senador Camará, Bangu e Catumbi; e um em São Cristóvão, Vila Isabel, Andaraí, Centro e Vaz Lobo. Não foram registradas ocorrências com feridos.

De acordo com o sistema Alerta Rio, neste momento, o Radar do Sumaré detecta núcleos de chuva sobre a Região Serrana e o oceano, sem deslocamento para a capital fluminense. Até o fim do dia, a previsão é de chuva fraca a moderada, em pontos isolados. O cenário deve permanecer o mesmo na cidade até a próxima quarta-feira (12).

Nesta segunda (10) e terça-feira, há previsão de chuva fraca a moderada a qualquer momento, com ventos também fracos a moderados. Os termômetros registram máxima de 27°C e mínima de 20°C amanhã, e máxima de 30°C e mínima de 21ºC na terça. Já na quarta (12) e quinta-feira (13), devem ocorrer pancadas de chuva no período da tarde, com ventos fracos a moderados. As máximas previstas são 34°C e 35°C, respectivamente, e as mínimas de 23°C nos dois dias.

Equipes visitaram pontos afetados

Interior do Rio sofre com chuvas constantes

Municípios do interior do estado sofrem com as chuvas intensas ao longo de toda a semana. Desde quinta-feira (6), a cidade de Paraíba do Sul registrou deslizamento de terras, pontos de alagamento e queda de árvores. Na sexta-feira (7) e no sábado, a prefeitura chegou a emitir alertas sobre o aumento e transbordamento do Rio Paraíba e pediu que a população desligasse disjuntores elétricos quando a água atingisse as residências.

Em Trajano de Moraes, parte da estrada na RJ-146 cedeu, na altura do distrito de Visconde de Imbé, por conta da chuva forte, que também provocou alagamentos e deslizamentos de terra. O município está em estágio de alerta e a Defesa Civil orientou que os moradores de áreas de risco fiquem atentos, pois o cenário deve continuar o mesmo nos próximos dias.

Na sexta-feira (7), a Defesa Civil de Cachoeiras de Macacu atendeu aproximadamente 20 ocorrências de alagamentos, inundações e movimentos de massa. A cidade registrou 106 mm de chuva e está em estado de alerta. Por conta dos danos, a prefeitura iniciou uma campanha de doação para os moradores afetados, pedindo alimentos não perecíveis e itens de higiene pessoal. Entretanto, a medida foi suspensa neste sábado (8), após atingir a meta esperada.

Cidade registrou deslizamentos de terra

O município de Cordeiro também segue em alerta, onde a Rua Padre André Boaventura, no bairro São Luiz, foi interditada, neste sábado, por conta do risco de queda de uma parte do trecho. Houve registro de quedas de barranco em outros pontos da cidade. Segundo a prefeitura, a Defesa Civil está em estado de atenção e observação da área, assim como demais locais que apresentam riscos. Em um vídeo publicado pelo prefeito Leonan Lopes, ele pede que a população não saia de casa e que tomem cuidado com as estradas, porque a previsão é de que a chuva continue nos próximos dias.

Ontem, a Defesa Civil de Teresópolis registrou 14 ocorrências até às 14h30, sendo cinco referentes à vistoria técnica em residências, quatro relacionadas à árvores, três deslizamentos, um desabamento parcial e um problema em via pública. Não houve vítimas nas ocorrências, mas seis pessoas ficaram desabrigadas, entre elas 4 adultos e 2 crianças. A cidade está em estágio de atenção.

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Notícias

9 de janeiro de 2022

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!