Search
Close this search box.
Relatório da PF menciona ameaças de Brazão contra Cidinha Campos durante o período em que ela foi Deputada Estadual. Cidinha afirmou a Brazão que ‘É melhor ser puta do que assassino e ladrão’, ao que Brazão respondeu: ‘Mando matar vagabundos sim, sempre mandei. Mas vagabunda ainda nunca mandei

ameaças de brazão a cidinha

Relatório da PF menciona ameaças de Brazão contra Cidinha Campos durante o período em que ela foi Deputada Estadual. Cidinha afirmou a Brazão que ‘É melhor ser puta do que assassino e ladrão’, ao que Brazão respondeu: ‘Mando matar vagabundos sim, sempre mandei. Mas vagabunda ainda nunca mandei

Comunicadora da Tupi e ex-deputada conversou com Clóvis Monteiro sobre a prisão de Domingos Brazão no caso Marielle

Por Rlagos Noticias

25 de março de 2024

Compartilhar no WhatsApp
A comunicadora da Tupi e ex-deputada teve uma série de confrontos com Brazão ao longo dos anos, sempre apontando a ligação dele com o crime.

RIO – Cidinha Campos comentou nesta segunda-feira (25), no Show do Clóvis Monteiro, da Super Rádio Tupi, a prisão de Domingos Brazão. A comunicadora da Tupi e ex-deputada teve uma série de confrontos com Brazão ao longo dos anos, sempre apontando a ligação dele com o crime.

O conselheiro do TCE foi preso no domingo (24) com seu irmão, o deputado federal Chiquinho Brazão, e o ex-chefe da Polícia Civil, Rivaldo Barbosa. Eles são apontados como mentores intelectuais do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em 2018.

Da esquerda para a direita: Chiquinho Brazão, Domingos Brazão e Rivaldo Barbosa. Foto: Reprodução

Sensação de dever cumprido. Durante todo meu período na Alerj sempre me opus a ele (Brazão). A primeira denúncia que fiz foi em 2004. Já tinha perdido as esperanças, pensei que nunca fosse vencer apesar das minhas denúncias de que ele era um bandido perigoso e matador. Marielle não é a única pessoas que ele mandou matar”, afirmou em entrevista ao comunicador Clóvis Monteiro.

Comunicadora da Tupi e ex-deputada conversou com Clóvis Monteiro sobre a prisão de Domingos Brazão no caso Marielle

Cidinha sempre apresentou relatórios sobre ações criminosas de Brazão, mas nunca conseguiu que casos de corrupção e assassinatos fossem apurados.

Ameaça de morte contra Cidinha

O relatório final da Polícia Federal que detalha a investigação, inclusive, cita a ex-deputada Cidinha Campos ao falar sobre ameaças públicas de morte de Domingos Brazão a rivais.

A comunicadora chegou a registrar boletim de ocorrência contra Brazão, na Polícia Civil do Rio de Janeiro, por ameaça. Em 2014, Cidinha acusou Brazão de, numa reunião, ter dito que a mataria.

“Ele me chamou de puta, vagabunda e disse que mandava matar vagabundo, mas vagabunda, não. Mas que tinha vontade de me matar”, disse Cidinha Campos, à época, no plenário da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Noticias

25 de março de 2024

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!