Search
Close this search box.
VÍDEO: Major do Corpo de Bombeiros é sequestrado, torturado e carbonizado por traficantes após fotografar barricadas na Baixada Fluminense

VÍDEO: Major do Corpo de Bombeiros é sequestrado, torturado e carbonizado por traficantes após fotografar barricadas na Baixada Fluminense

Por Rlagos Notícias

17 de novembro de 2022

Compartilhar no WhatsApp

Rio – O major do Corpo de Bombeiros Wagner Bonin, de 42 anos, foi assassinado, na nesta quarta-feira (16) por traficantes do bairro de São Matheus, em São João de Meriti, Baixada Fluminense. Wagner desapareceu após ter sido sequestrado por criminosos que atuam na região enquanto tirava fotos de barricadas instaladas na comunidade do bairro onde morava. O corpo do agente foi encontrado no interior do Complexo do Chapadão, na Pavuna, Zona Norte do Rio.

De acordo com a Polícia Militar, nesta quarta, policiais militares do 41ºBPM (Irajá) localizaram um corpo carbonizado no interior de um carro na Rua Ibirubá, na Pavuna, na Zona Norte, durante uma operação. A ação teve auxílio de dois carros blindados e outras viaturas menores. A área foi isolada para perícia e o corpo levado para o Instituto Médico Legal (IML) para a realização de exames.

A informação foi inicialmente confirmada pelo coronel Leandro Sampaio Monteiro, secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), por meio das redes sociais. “Infelizmente marginais covardes acabaram de assassinar o major Wagner Bonin em São João de Meriti”, disse na publicação.

Bombeiros no IML após a morte do major Wagner Bonin, que foi sequestrado e morto por criminosos em São João de Meriti, na Baixada Fluminense
Bombeiros no IML após a morte do major Wagner Bonin, que foi sequestrado e morto por criminosos em São João de Meriti, na Baixada Fluminense Foto: Foto: Fabiano Rocha/ Agência O Globo

Pelas redes sociais, o major Bonin retratava o seu dia a dia na corporação. Ele, que era formado em Educação em Saúde na Universidade Federal Fluminense, mostrava viagens de helicóptero transportando equipes do Rio Transplantes. Em 2014, ele relatou em rede social que começava a atuar como enfermeiro, especialista em operações aéreas do grupamento dos bombeiros do Rio.

Major Wagner Bonin é condecorado com medalha de mérito por força e coragem no resagte de vítimas em Brumadinho
Major Wagner Bonin é condecorado com medalha de mérito por força e coragem no resagte de vítimas em Brumadinho Foto: Divulgação

Em janeiro de 2019, o oficial, então capitão, atuou no resgate de vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais. A tragédia deixou ao menos 270 mortos; quatro corpos ainda estão desaparecidos.

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital, que realizou perícia no local e tenta identificar os autores do crime.

Major Wagner Bonin, do Corpo de Bombeiros, foi sequestrado por criminosos após fotografar barricadas
Major Wagner Bonin, do Corpo de Bombeiros, foi sequestrado por criminosos após fotografar barricadas Foto: Reprodução/ TV Globo

O IML confirmou ao RLAGOS que o corpo encontrado carbonizado na Pavuna pertence a Wagner. A identificação foi realizada através das digitais da mão direita do major, que ficou intacta. Ele foi encontrado no banco do carona do veículo. A distância entre o ponto onde o militar foi sequestrado e onde o corpo foi encontrado é de aproximadamente 7km.

Segundo o Corpo de Bombeiros, agentes foram acionados, por volta das 18h40 desta quarta-feira, para uma ocorrência de fogo em veículo na rua Ibirubá. Ao chegarem no local, encontraram o carro incendiado com uma vítima no interior, já carbonizada.

A corporação divulgou uma nota de pesar lamentando a morte do major, onde afirmou que confia nas polícias Militar e Civil para esclarecer as circunstâncias do crime. “O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento do major Wagner Bonin, brutalmente assassinado, na noite de quarta-feira (16.11), em São João de Meriti”, diz parte do texto.

A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC).

Na manhã desta quinta-feira (17), a Polícia Militar realiza uma operação de retirada de barricadas na comunidade da Jaqueira, no bairro São Mateus. A corporação destacou que agentes do 21° BPM (São João de Meriti) realizam inúmeras ações para remoção de barricadas diariamente. A ação ainda está em andamento e até o momento, não há registro de prisões ou apreensões na comunidade.

Confira a nota na íntegra:

“O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento do major Wagner Bonin, brutalmente assassinado, na noite de quarta-feira (16.11), em São João de Meriti.

A corporação se solidariza e deseja as mais sinceras condolências a parentes e amigos do militar. Psicólogos e assistentes sociais estão à disposição para dar todo o suporte para a família, neste momento de dor.

Nossa eterna continência a este eterno herói por todo o trabalho realizado em prol da sociedade, no cumprimento do juramento, honrando a missão de Vida Alheia e Riquezas Salvar.

O Major Wagner Bonin jamais será esquecido. Toda a tropa está de luto.

O CBMERJ confia na Polícia Militar e na Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro para esclarecer as circunstâncias do crime e prender os responsáveis.”

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Notícias

17 de novembro de 2022

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!