Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
Quatro suspeitos de integrar milícia são presos em Seropédica

Quatro suspeitos de integrar milícia são presos em Seropédica

Por Rlagos Notícias

28 de julho de 2023

Compartilhar no WhatsApp
Quatro suspeitos foram presos após operação contra a milícia na Baixada Fluminense — Foto: Divulgação

SEROPÉDICA – Uma operação conduzida pela Polícia Civil nesta quarta-feira (26) resultou na prisão de quatro homens suspeitos de integrar uma milícia na cidade de Seropédica, na Baixada Fluminense.

De acordo com a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco-IE), os presos foram identificados enquanto extorquiam um comerciante local. A organização criminosa à qual eles são supostamente afiliados é liderada por Tauã de Oliveira Francisco, também conhecido como “Tubarão”.

Segundo as informações, a milícia de “Tubarão” tem influência em Seropédica e em partes de Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense. “Tubarão” era parte integrante da milícia de Luis Antônio da Silva Braga, apelidado de “Zinho”, até dezembro de 2022, quando tomou parte do território anteriormente controlado por “Zinho” na antiga Estrada Rio-São Paulo. Seguidores de “Zinho” foram mortos no processo de tomada de território pela quadrilha de “Tubarão”.

Tauã de Oliveira Francisco, o Tubarão — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Tauã de Oliveira Francisco, o Tubarão — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Intensificação dos Confrontos e Ações Investigativas

Desde essa disputa territorial, os confrontos entre as milícias de “Zinho” e “Tubarão” intensificaram-se, segundo relatos da polícia. Em alguns desses confrontos, “Tubarão” teve o apoio de traficantes do Terceiro Comando Puro (TCP) contra seu antigo chefe.

A operação policial foi precedida por uma minuciosa investigação e coleta de inteligência que revelou a existência de uma rede de monitoramento e informações, montada pelos milicianos para vigiar as ações da polícia na região.

Os detidos, identificados como Reinaldo Grillo Freitas, Yuri Yan da Silva e Fabrício Camargo dos Santos, são acusados de extorsão majorada e formação de milícia privada, após relatos de extorsão contra diversos comerciantes na área. O quarto detido, Marcos Yan da Silva Gustavo, foi preso sob a acusação de fornecer informações da operação policial aos milicianos, e responderá pelo crime de formação de milícia privada.

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Notícias

28 de julho de 2023

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!