A QUEDA: Netflix, Shoppe e IFood realizam demissões durante crise

258

A Netflix revelou ter pedido 200 mil assinantes apenas no primeiro trimestre de 2022, gerando uma grande queda de quase 40%. Segundo a plataforma, a pandemia e os serviços concorrentes de streaming contribuíram para isso .   

Com isso, a empresa demitiu mais de 300 funcionários nesta quinta-feira (23), na tentativa de “aliviar os custos”. As informações são da revista Variety. O número de demissões chegou a 316, sendo 216 reportadas apenas nos Estados Unidos e Canadá. 

Além da Netflix, a onda de demissões chegou na Shopee e no iFood. Ambas as empresas, bastante populares no Brasil, realizaram cortes na sua força de trabalho no país.

A Shopee demitiu cerca de 50 funcionários brasileiros na última segunda-feira (20). A informação é do site Layoffs. A empresa também encerrou o contrato com cerca de 100 prestadores de serviços terceirizados.

No caso do iFood, a empresa demitiu 60 trabalhadores. As informações são do site Layoffs. Em nota enviada para a imprensa, o iFood confirmou que está realizando reestruturações e fez demissões para alcançar “maior eficiência e foco” em seus negócios.