Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
Adolescente de 19 anos preso em Teresópolis por participação em grupos virtuais de violação e incitação ao suicídio debocha de autoridades e jornalistas durante a prisão

Adolescente de 19 anos preso em Teresópolis por participação em grupos virtuais de violação e incitação ao suicídio debocha de autoridades e jornalistas durante a prisão

Por Rlagos Notícias

4 de julho de 2023

Compartilhar no WhatsApp
Um adolescente de 19 anos foi preso pela Polícia Civil em Teresópolis, acusado de participar de grupos na plataforma de comunicação Discord,

Um adolescente de 19 anos foi preso pela Polícia Civil em Teresópolis, acusado de participar de grupos na plataforma de comunicação Discord, que praticava e incentivava o estupro virtual, assim como incitava o suicídio. O jovem, cujo nome não foi divulgado, reagiu com deboche à sua prisão e à chegada na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav).

Os grupos em questão, chamados “servidores”, foram identificados por serem utilizados para disseminar conteúdos violentos, incluindo zoofilia, pedofilia, racismo, nazismo e misoginia. Além disso, desafios envolvendo mutilações e sacrifícios de animais eram impostos aos membros para ganharem posições de destaque dentro dos grupos.

Os administradores dos servidores também forçavam adolescentes a se tornarem escravas sexuais, transmitindo os estupros virtuais ao vivo para os demais integrantes. Estes, por sua vez, vibravam com a crueldade infligida, numa prática conhecida como “LULZ”, que consiste em ridicularizar e se divertir com o sofrimento alheio.

Esses grupos, conhecidos como “exposed”, também compartilhavam os vídeos de violência nas redes sociais, expondo as vítimas dos estupros virtuais.

Segundo as investigações, as vítimas eram escolhidas através da própria plataforma Discord, em perfis abertos nas redes sociais ou até mesmo indicadas por outros integrantes do grupo. Com base nas informações obtidas, os líderes iniciavam uma série de chantagens até conseguir dominar as vítimas.

Na primeira fase da operação, realizada no último dia 27, dois adolescentes foram apreendidos, um deles considerado um dos principais líderes do grupo. Até o momento, mais de 12 pessoas foram presas/apreendidas em ações conjuntas da Polícia Federal e Polícia Civil desde o início da força-tarefa.

Os envolvidos podem responder por associação criminosa, estupro de vulnerável e pela venda, exposição ou armazenamento de foto, vídeo ou outro registro com cena de sexo explícito ou pornografia infantojuvenil.

Em nota, a Discord informou que já removeu 98% das comunidades brasileiras identificadas por mostrar material com abuso de crianças nos últimos seis meses e garantiu que segue comprometida em garantir a segurança dos usuários, estando mais de 15% de sua equipe focada nesse tema. A empresa também mencionou que está buscando parcerias no Brasil com especialistas em segurança infantil.

📲 Confira as últimas notícias do Rlagos Notícias
📲 Acompanhe o Rlagos no Facebook , Instagram e Twitter

Compartilhar no WhatsApp

Por Rlagos Notícias

4 de julho de 2023

Search
Close this search box.

Faça parte do maior grupo exclusivo de noticias da região!

Nosso grupo te da acesso exclusivo as noticias mais quentes e recentes do momento sobre tudo que buscar!